Na freguesia de Almalaguês podemos salientar três pratos, que pelo modo como são confeccionados e reservados para determinadas festividades e cerimónias sociais ou religiosas, constituem um aspecto preponderante da sua gastronomia: a sopa à lavrador, a chanfana e o arroz doce.

A sopa à lavrador, também conhecida por sopa da tranca da barriga, é assim denominada por todos os ingredientes principais serem fruto da lavra do agricultor e a sua composição ser de alto teor nutritivo. Em tempos, e por motivos de escassez económica, era o prato principal senão o único, de todas as refeições.

A chanfana é também um prato tradicional da região, e normalmente faz sempre parte das ementas em dias de festa e casamentos, motivo pelo qual também é conhecida por carne de casamento.

O arroz doce é uma iguaria de tradição secular, também associada a ocasiões festivas entre as quais o casamento. Reza a tradição, na véspera de casamento, os noivos oferecerem o arroz doce aos seus convidados, na expectativa de que estes depois de o saborear, devolverem o prato com uma prendinha.

Os vinhos produzidos nesta freguesia são reconhecidos pela qualidade superior das suas castas, amadurecidas em soalheiras encostas, sendo comercializados pela Adega Cooperativa de Souselas com o rótulo “Almalaguez”. Em época de vindimas, pelas ruas da freguesia, sente-se o aroma do vinho a ferver na adega do agricultor.